9 sinais que você está em um relacionamento abusivo

Muitas pessoas pensam que relacionamento abusivo é aquele no qual a mulher é frequentemente espancada por seu parceiro, mas a verdade é que existem diversos níveis de relacionamentos abusivos, inclusive aqueles em que não há agressão física.

As coisas não vão bem no seu casamento e seu parceiro tem lhe tratado mal? Você se sente culpada pelos maus tratos? Elaboramos este artigo justamente para que possa identificar se está sofrendo abusos por parte de seu parceiro. Continue a leitura e saiba mais.

Conheça 9 comportamentos que caracterizam um relacionamento abusivo

1. Ele age como se fosse seu dono e tem ciúmes de tudo

Há quem diga que ciúme é sinônimo de amor. Não caia nesta. Seu parceiro age como se você fosse propriedade dele? É comum que em relações tóxicas o parceiro abusivo faça com que a mulher se afaste de todos que gostam dela, isso inclui amigos, colegas de trabalho e até família.

Se você tem sido isolada e acusada de traição ou comportamento inapropriado, é bem provável que você esteja em um relacionamento abusivo. A questão do isolamento é que isso é uma carta na mão do abusador, que se usa do medo que a parceira sente de ficar sozinha como artimanha para continuar naquela relação.

2. Ele controla tudo que você faz

Pessoas controladoras tendem a querer ser o centro das atenções. No caso de um relacionamento abusivo, o parceiro vai querer, justamente por conta da possessividade e ciúme, comandar absolutamente tudo que você faz. É como se a sua existência fosse obrigada a atender tudo que ele quer ditar.

É ele que escolhe sempre onde você vai, com qual roupa vai, com quem vai falar, o que e quando vai fazer algo? E se você recusa ou se mostra independente ele começa a agir de forma hostil, lhe atacando e querendo que você volte a acatá-lo? Sinal vermelho!

3. Ele acha que é melhor que você em tudo.

A superioridade é uma característica forte em relacionamentos tóxicos, cujo abuso psicológico reina. Sabe aquela pessoa que sempre, sem exceção, está certa? Ela sempre tem que ganhar, seja lá o que for, e lhe diminui para sentir-se um nível acima? Este é o perfil de um parceiro abusivo.

Ele vai lhe rebaixar e dizer que você não é capaz enquanto age como se fosse o dono da verdade. Cuidado. O objetivo do parceiro abusivo é que você se sinta fraca e fique à mercê de sua vontade.

4. Ele sempre põe a culpa em você

Você já entrou em uma discussão em que tinha certeza que estava pautada em uma razão coerente e, ao término dela, estava implorando por perdão? Isso acontece porque, num relacionamento abusivo, o parceiro vai sempre manipular a situação para que você acredite que o comportamento dele é motivado por você.

É como se ele lhe convencesse que se está agindo de forma abusiva é em resposta a algum comportamento seu e, por isso, você é quem precisa mudar para que ele também mude. Assim, você acaba pensando que merece aquele tratamento e até colocando o abusivo em condição de vítima.

5. Ele está constantemente lhe castigando

Quando você faz algo que o desagrada, mesmo que isso não lógica nenhuma, o parceiro abusivo vai lhe “fazer pagar” por aquele comportamento, lhe privando de algo como conversas ou até mesmo sexo.

Essa punição mais uma vez lhe coloca na posição de pessoa errada, como se o que você fez merecesse o comportamento abusivo que ele está tendo. É importante que você se lembre de que nada justifica um comportamento abusivo: a vítima nunca é o abusador.

6. Ele sempre pede desculpas, mas depois faz tudo igual

O grande ponto sobre estar num relacionamento abusivo é esse ciclo. A pessoa tem o comportamento abusivo, mas na sequência pede perdão e faz mil juras de melhora. Você, que gosta da pessoa, resolve dar mais uma chance. Fica tudo um mar de rosas até que o comportamento agressivo e/ou degradante reaparece. O parceiro abusivo pede perdão, diz que vai mudar e assim o ciclo se repete.

Todos nós cometemos erros e isso não caracteriza um relacionamento abusivo, mas se o seu parceiro sempre depois de pedir desculpas se torna o melhor namorado/marido do mundo e na sequência volta a ter o comportamento agressivo, é preciso repensar a relação.

7. Ele é machista

Se o seu parceiro vê as mulheres como inferiores, é certo que seu relacionamento — se não é — será abusivo. Observe como ele trata as outras mulheres, como a mãe, irmã, colegas de trabalho e afins. Por pensar que as mulheres estão abaixo dele, vai se sentir no direito de subjugá-las em todos os aspectos.

Observe como ele emite opiniões acerca da equidade entre os gêneros e, principalmente, como trata as mulheres de seu convívio. Se relacionar com um machista é relacionamento abusivo na certa, pois em breve ele vai querer agir como dominante sobre você.

8. Ele usa qualquer situação para fazer você se sentir mal

Frases humilhantes, piadas e comentários de mau gosto: tudo isso vem no pacote do relacionamento abusivo. De alguma forma, um parceiro abusivo sempre dá um jeito de lhe desclassificar, fazendo com que você se sinta mal consigo mesma. Ele desconsidera o que você sente e pensa, lhe julgando sempre como estúpida. Parece que tudo que você faz, fala, pensa e sente é um incômodo.

Se o seu parceiro trata tudo que é sobre você com reprovação, decidindo sempre o que ele bem quer (inclusive no sentido sexual), sem levá-la em consideração, você está em maus lençóis.

9. Ele nega que é abusivo e diz que não precisa de ajuda

Para ele, o comportamento dele é “normal”, já que é você quem o provoca. Na mentalidade dele, nenhuma intervenção é necessária, já que ele está sempre coberto de razão. Antes, para o parceiro abusivo, quem precisa de ajuda é você, que é sensível demais.

Saiba que sair de um relacionamento abusivo não é impossível

Embora a sensação de aprisionamento seja iminente, livrar-se de um relacionamento abusivo não é impossível. O primeiro passo é admitir que há um problema. Se você se identificou com os tópicos acima, converse com seus familiares, amigos e/ou pessoas de confiança que lhe queiram bem.

O autoconhecimento é crucial tanto para sair dessa situação quanto para não entrar novamente nela. Quando você conseguir se livrar dos traços abusivos, tomando o controle da sua vida, verá que todo o resto vai se encaixar com mais fluidez, já que este tipo de relação é extremamente prejudicial a todas as outras áreas da vida.

Este texto lhe ajudou? Você pode ler mais conteúdos interessantes assinando a nossa newsletter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *