Alcoolismo: saiba como lidar com o vício de bebida

Lidar com problemas de vício de bebida na família é muito complicado, pois nem sempre o alcoólico aceita a doença. Afinal, na maioria das vezes, a pessoa com o vício acredita que pode parar de beber na hora que quiser. Mas, infelizmente, não é bem assim.

A bebida altera o comportamento e muitas vezes a pessoa com este vício pode se tornar agressiva ou negligente com suas responsabilidade familiares e profissionais. E, mesmo que isso não aconteça, a bebida pode levar a destruição da vida por causar sérios problemas de saúde física, emocional e mental.

Se você conhece alguém que está sofrendo com o vício de bebida alcoólica e não sabe o que fazer, continue lendo este post. A seguir, explicaremos como lidar com essa difícil situação. Acompanhe:

Apoie a pessoa

Uma pessoa com o vício de álcool precisa de apoio constante. Mas fique atento: estamos falando em apoiar a pessoa, e não o vício. Procure conversar com ela a respeito do assunto e se prontifique em ajudá-la a superar o problema lembrando que toda decisão relacionada a superar o problema é de responsabilidade da própria pessoa.

Se for o seu filho (a) ou o seu cônjuge, vai precisar ainda mais de amor e carinho, pois o apoio familiar é muito importante na hora de enfrentar o alcoolismo. A pessoa deve se sentir amada — mas, ao mesmo tempo, você deve fazê-la perceber que aquele vício não é bem-vindo.

Esteja preparado

Conviver com uma pessoa consumida pela dependência alcoólica é muito difícil, pois nunca se sabe o que pode acontecer quando ela está sob influência da bebida. Talvez ela fique agressiva, desapareça por alguns dias ou chegue em casa alcoolizada todas as noites.

Então, você precisa estar preparado para lidar com esse tipo de situação, pois, caso contrário, pode entrar em desespero e prejudicar a sua própria saúde emocional.

Não fomente o vício

Se você está ajudando alguém a superar o vício de bebida, procure deixá-lo longe de lugares que possam fomentar o seu vício. Bares, boates, festas ou qualquer ambiente propício ao consumo de bebidas devem ser evitados a todo custo.

Caso vá oferecer um almoço ou alguma comemoração em casa, não ofereça bebidas alcoólicas e avise aos convidados para não levarem — principalmente se for alguém da sua família que está passando pelo desafio de vencer o alcoolismo.

Procure compreender para ajudar

Ao contrário do que muitos pensam, nem sempre aqueles que sofrem com o vício de bebida começaram a beber por diversão. Muitos deles começaram a consumir álcool em excesso porque carregam consigo um problema ou um fardo muito difícil e doloroso.

A pessoa pode ter passado por problemas como:

  • abuso sexual:
  • maus-tratos;
  • perda de um ente querido;
  • violência doméstica;
  • ou qualquer outra situação que deixe um ser humano vulnerável;
  • aprendizado social e familiar do uso da bebida.

Assim, ela procura na bebida uma válvula de escape para fugir da realidade e se libertar da dor.

É sabido que o efeito do álcool entorpece e ajuda a esquecer os problemas — no entanto, quando o seu efeito passa, causa uma destruição muito pior, pois a dor e os problemas continuam existindo. E agora existe mais um: o alcoolismo.

É importante que você entenda os motivos que levaram a pessoa que você está tentando ajudar a se “esconder” no vício. Lembre a ela que o seu problema não será resolvido com a bebida, mas sim com ajuda.

Incentive a pessoa a buscar o autoconhecimento

Agora que você já conhece algumas das razões pelas quais a pessoa está envolvida no vício em bebida, está na hora de incentivá-la a procurar buscar o autoconhecimento. É muito comum pensarmos que nos conhecemos muito bem, mas nem sempre isso é verdade.

Fazer reflexões profundas sobre si mesmo vai ajudar a pessoa a mudar o seu comportamento, pois ela mesma vai começar a questionar o porquê de estar fugindo dos seus problemas.

O autoconhecimento vai ajudar a preencher aquele vazio interno que causou a sua dependência de álcool, além de aprender a ver as coisas sob outra perspectiva e a desenvolver a sua autoestima e a sua autoconfiança.

Incentive a pessoa a procurar ajuda profissional

O alcoolismo é uma doença séria e, por isso, precisa de acompanhamento médico e psicológico. Mesmo que você esteja disposta a ajudar essa pessoa a superar o problema, não deve carregar esse fardo sozinho.

Incentive-a a procurar apoio especializado, seja por meio de tratamento psicológico, seja por meio de grupos de apoio. Se ela ficar com vergonha de procurar ajuda, ofereça-se para procurar um profissional especializado no assunto.

Vá com ela nas sessões de terapia e, caso ela participe de um grupo de apoio como o Alcoólicos Anônimos (AA), acompanhe-a também, nem que seja nas primeiras sessões para que ela se sinta mais segura.

Entenda que o vício de bebida é uma doença

Infelizmente, ainda há muito preconceito em relação ao alcoolismo, pois nem todos entendem que se trata de uma doença. Mas, se você quer ajudar uma pessoa querida a superar esse vício, precisa entender que ela não tem controle sobre o seu desejo pelo álcool.

Embora ela tenha o desejo de se livrar da dependência em álcool, a falta dele acarreta desconfortos físicos como suor, náusea e tremor, além de causar ansiedade. Por isso, é comum que, durante o tratamento, haja recaídas constantes e o desejo de abandonar a terapia e voltar a utilizar a bebida.

Nessas horas, não adianta brigar, fazer um sermão, exigir que a pessoa “tome vergonha na cara” ou falar, o tempo todo, que ela precisa deixar o vício. Nada disso vai adiantar.

Você precisa entender que o alcoólico não tem controle sobre o seu desejo de beber, pois o seu corpo e a sua mente já criaram dependência a substância, e brigar só vai deixá-lo irritado e dificultar o tratamento.

Dessa forma, será necessário muito mais tempo para que a dependência tenha um fim e para que o sofrimento acabe. Por isso, tenha paciência, pois o vício de bebida é como de uma outra droga qualquer e precisa de muita força de vontade para ser superado.

Gostou deste post e quer ler outros conteúdos interessantes? Então, assine a nossa newsletter e receba informações diretamente no seu e-mail.

Um comentário em “Alcoolismo: saiba como lidar com o vício de bebida”

  1. Gostei como foi desenvolvido o assunto e suas etapas, minha maior dificuldade é aceitar as recaídas pois já tem 5 anos nessa luta e sempre falei pra ele buscar ajuda profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *